O papel da Educomunicação na efetivação da Educação em Direitos Humanos.

Elizangela Cristina Begido Caldeira, Mariangela Catelani Souza, Carlos Alípio Caldeira, Ligia Aparecida das Graças Gonçalves Correa

Resumo


O objeto de estudo deste texto refere-se a questões relativas ao acesso a educação, a informação e a comunicação como um direito humano, com o objetivo de analisar as práticas educomunicativas no ambiente de ensino aprendizagem. A comunicação utilizada como ferramenta pedagógica, pode ser inserida no cenário da educação de direitos humanos como direito fundamental, para o exercício da cidadania, com intuito de contribuir para instituição de valores e moral. Ressaltando a informação e o conhecimento, como ferramentas essenciais no combate pela garantia dos direitos humanos, observando importância utilizar a comunicação como ferramenta de promoção de direitos, como forma de contribuir para melhoria da educação. Do qual demonstra diante do desafio social que vivemos a necessidade de democratizar e qualificar a comunicação, como garantia para uma educação em direitos humanos de qualidade garantido como direito fundamental para o exercício da cidadania.  A educação em direitos humanos utilizada em conjunto com a comunicação, o uso das tecnologias no processo educacional e a gestão comunicativa podem se transformar em uma ferramenta de mudanças nas políticas educacionais. A maneira como a informação é compartilhada pode contribuir para a elevação dos níveis de educação em direitos humanos e efetivação dos direitos fundamentais, oferecendo mais condições de intervir nas transformações sociais.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.