A PINTURA INDÍGENA COMO PONTE COGNITIVA PARA O ESTUDO DA GEOMETRIA PLANA.

Rosangela Silveira da Rosa, Gilmara Cristina Back

Resumo


A PINTURA INDÍGENA COMO PONTE COGNITIVA PARA O ESTUDO DA GEOMETRIA PLANA.

 

 

Resumo: O presente trabalho busca apresentar uma prática educativa realizada em uma turma de oitavo ano de uma escola pública da rede municipal de Florianópolis, Santa Catarina. O objetivo geral da didática era o de explicitar o conteúdo de geometria plana tais como reta, segmentos de reta, polígonos convexos e não convexos, nomenclatura dos polígonos, cálculo de diagonais de um polígono, bem como a soma dos ângulos externos e internos de um polígono. Alguns conceitos de circunferência também seriam abordados tais como: diâmetro, raio, comprimento e ângulos. A metodologia utilizada na pesquisa se deu pela prática exploratória de conhecimentos obtidos e fundamentados na Teoria da Aprendizagem Significativa de David Ausubel, no qual utilizou-se da pintura indígena como ponte cognitiva para o aprendizado da Geometria plana. Os recursos utilizados na proposta foram: tinta colorida para artesanato, telas para pintura tamanho 20x30 cm, cabaças secas para pintura e verniz para acabamento da pintura. Como resultado da prática educativa pudemos perceber indícios de aprendizagem significativa, além de um maior interesse por parte dos alunos no aprendizado do tema proposto. No final da unidade estudada foram apresentadas lindas obras inspiradas na arte indígena tais como cuias, telas, e objetos decorativos que instigaram os alunos e tornaram significativo o aprendizado do tema.

 

Palavras-chave: arte indígena; geometria plana; aprendizagem significativa; ensino de Matemática.

 


Texto completo:

PDF

Referências


IMENES, L. M.; LELLIS, M. Matemática: Imenes & Lellis. 7º ano. Manual do professor. São Paulo: Moderna, 2012.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem Significativa: a teoria e textos complementares. São Paulo: Livraria da Física, 2012.

MOREIRA, M. A. & MASINI, E. F. S. Aprendizagem Significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Moraes, 1982.

POVOS INDÍGENAS NO BRASIL. Disponível em: http://pib.socioambiental.org

SOUZA, J. R.; PATARO, P. R. M. Vontade de Saber Matemática. 3ª edição. São Paulo: FTD, 2015


Apontamentos

  • Não há apontamentos.