PROPOSTA DE APRENDIZAGEM DE UNIDADE, DEZENA, CENTENA E MILHAR ATRAVÉS DE FICHAS PEDAGÓGICAS

Adriano Pinheiro Santos JÚNIOR, Marisa Mauricio Carrasco DIONISIO

Resumo


Introdução: Myklebust (1965) afirma que o desenvolvimento cognitivo ocorre ao longo das etapas: sensação, percepção, imagem, simbolização e conceitualização. A fase da sensação é considerada como o nível mais básico da experiência humana, enquanto a percepção refere-se à seleção e à interpretação dos estímulos. A terceira fase diz respeito ao papel da imagem, que traduz um processo cognitivo a partir do qual a criança pode diferenciar ou identificar uma percepção de um objeto ou da informação de uma outra percepção já recebida no passado. A quarta fase:  simbolização, resulta da capacidade cognitiva de representar e resumir experiências por meio de símbolos, que permitem o raciocínio concreto. Já a conceitualização traduz o nível mais elevado e aperfeiçoado da aprendizagem e do seu processamento cognitivo, que permite a classificação, a ordenação e a categorização das percepções. É graças às conceitualizações que as percepções se agrupam por atributos de significação, que permitem a elaboração e a expressão do pensamento. Esse trabalho foi pensado no sentido de estimular a aprendizagem matemática do significado dos números, uma vez que percebeu-se as dificuldades que os alunos encontram em resolver questões envolvendo as operações fundamentais e diferenciar unidade, dezena, centena e milhar. Objetivos: Ensinar de maneira lúdica e divertida o sistema numérico de unidade, dezena, centena e milhar para os alunos utilizando fichas didáticas. Metodologia: Foram elaboradas fichas de diferentes cores para cada sistema numérico, com base nos protocolos propostos por Piola Barbosa (2008). Após a aula teórica sobre o assunto, aplicou-se uma dinâmica onde o professor enunciou os números para os alunos escreverem através das fichas fazendo a identificação de seu sistema numérico. Resultados esperados: Espera-se que os alunos aprimorem a fixação das classes numéricas, reconhecendo uma unidade, dezena, centena e milhar.

Palavras-chave: Ensino de matemática. PIBID Interdisciplinar UNIFEV. Aprendizagem de números.


Texto completo:

PDF

Referências


MYKLEBUST, H. Development and disorders of written language. New York: Grune & Sratton, 1965.

PIOLA BARBOSA, S. L. Universidade Estadual de Londrina - Jogos Matemáticos como Metodologia de Ensino Aprendizagem das Operações com Números Inteiros. 2008 " Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/1948-6.pdf


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga