ANÁLISE DE DADOS ANTROPOMÉTRICOS DE CRIANÇAS DO PRÉ I DO CEMEI JOSÉ MODESTO SOBRINHO- VOTUPORANGA- SP

Susan Heloisa Ferrari Kuradomi Te ROCHA, Fernanda de Almeida SPOSITO, Ismael Yudi Yamaoka TAROCO, Beatriz Pereira ALCARDE, Rosana Aparecida Benetoli DURAN

Resumo


A antropometria, por meio da mensuração do corpo humano, permite avaliar o crescimento e estado nutricional. Na infância, uma das principais fases em que ocorre o crescimento corporal, é necessária essa avaliação para prevenção da desnutrição e obesidade. O objetivo deste estudo foi coletar dados antropométricos das crianças de 4 a 5 anos do pré I do CEMEI \" José Modesto Sobrinho - Votuporanga \" SP. Trata-se de um estudo descritivo exploratório. A pesquisa foi realizada com 22 crianças nos meses de agosto a setembro de 2015. Utilizou-se um instrumento semi-estruturado para levantamento dos dados do sujeito, sendo que nome, idade e sexo foram coletados com a própria criança; o peso e altura foram adquiridos por meio da medição antropométrica e, IMC, pelo cálculo. Os resultados foram analisados e interpretados de acordo com os gráficos e o quadro de Ponto de Corte do Ministério da Saúde. Do total de 22 crianças analisadas no gráfico de peso/idade, 20 foram consideradas com peso adequado e 2 com peso elevado. Em relação à estatura/idade, 22 foram consideradas com estatura adequada. Quanto ao IMC/idade 15 foram considerados eutróficos, 6 com sobrepeso e 1 com obesidade. Das crianças do pré l da CEMEI que participaram da pesquisa, 68,18% estão com peso adequado, porém 27,27% das crianças estão com sobrepeso, que devem ter um acompanhamento médico para futuramente não entrar no grupo de obesidade, e 4,54% das crianças estão com obesidade, que devem ser tratadas para não adquirirem doenças crônicas. A aplicação do projeto ajuda na identificação dos problemas relacionados ao crescimento e desenvolvimento das crianças e, dessa forma, auxilia na prevenção da saúde e promove uma melhora na qualidade de vida das crianças, identificando casos de riscos, realizando educação em saúde, encaminhando às entidades responsáveis pelo tratamento e acompanhamento e prevenindo morbidades futuras.

Palavras-chave: Infância, dados antropométricos, crescimento e desenvolvimento


Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde: Norma Técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. " Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

BRASIL. Ministério Da Saúde. Portal Da Saúde. Desenvolvimento da primeira infância. Brasília, 2014. Disponível em: "http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/515-sas-raiz/dapes/saude-da-crianca-e-aleitamento-materno/l3-saude-da-crianca-e-aleitamento-materno/12883-desenvolvimento-da-1-infancia-brasil-carinhoso". Acesso em: 23 abr. 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher " PNDS 2006: dimensões do processo reprodutivo e da saúde da criança/ Ministério da Saúde, Centro Brasileiro de Análise e Planejamento. " Brasília: Ministério da Saúde, 2009.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: crescimento e desenvolvimento / Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. " Brasília: Ministério da Saúde, 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga