ASPECTOS NUTRICIONAIS E SUA IMPORTÂNCIA NO TRATAMENTO E PREVENÇÃO DA HIPERTENSÃO NA INFÂNCIA.

Maria Carolina FERREIRA, Leticia Aparecida Barufi FERNANDES

Resumo


Introdução: A obesidade desenvolvida na infância tem mostrado prevalência crescente nos dias atuais e está diretamente relacionada à hipertensão arterial infantil (HAS-IN), sendo esta, um dos principais fatores de risco para o surgimento das doenças cardiovasculares na fase adulta. Objetivo: O presente estudo tem como objetivo identificar em bases de dados científicas os fatores primordiais nutricionais que provocam o desenvolvimento da hipertensão arterial na infância enfatizando a importância do seu tratamento e prevenção. Métodos: O procedimento metodológico teve como apoio as bases de dados científicas: Google Acadêmico, Scielo e Lilacs, publicados entre 2010 a 2015. Desenvolvimento: Os fatores para o desenvolvimento da hipertensão na infância estão associados à genética (estado nutricional dos pais), ambientais (abandono do aleitamento materno), além da falta de atividade física e o hábito de assistir televisão, propagandas de alimentos ricos em gorduras e produtos industrializados, como consequência o consumo insuficiente de frutas, hortaliças, leguminosas e ausência de refeições saudáveis. Uma das principais consequências desses fatores é a elevação dos triglicerídeos e colesterol LDL e baixo HDL, tornando se mais evidentes na vida adulta. Conclusão: É fundamental que haja orientação nutricional na infância, para que a criança consiga adquirir hábitos alimentares corretos em junção da atividade física, proporcionando a perda de peso controlada, de acordo com o desenvolvimento e crescimento da criança.

Palavras-chave: Hipertensão; Infância; Obesidade; Nutrição.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga