ASSOCIAÇÃO DO MÚSCULO ADUTOR DO POLEGAR COM DIFERENTES MARCADORES NUTRICIONAIS EM PACIENTES EM HEMODIÁLISE

Isabela De Oliveira Ebert, Bianca De Paulo Raymundo, Lidiane Silva Rodrigues Telini

Resumo


A doença renal crônica (DRC) tem alta incidência e alta taxa de mortalidade. A hemodiálise (HD) é capaz de prolongar as condições de vida dos pacientes com DRC, mas ao mesmo tempo também provoca complicações no estado nutricional. Uma nova técnica é a avaliação da espessura do músculo adutor do polegar (EMAP), uma alternativa mais simples. Analisar a associação da EMAP e parâmetros nutricionais como, índice de massa corporal (IMC), avaliação subjetiva global (ASG), estimativa de ingestão proteica (PNA) e marcadores bioquímicos (creatinina e albumina) com os pacientes da hemodiálise. Estudo transversal, utilizando a EMAP, o questionário de ASG, dados antropométricos de peso (kg), altura (m), IMC e parâmetros bioquímicos de albumina (g/dL) e creatinina (mg/dL). Foi considerado significante valor de p<0,05. Foram avaliados 125 pacientes em HD. A idade média foi de 62 ± 11 anos. A EMAP apresentou boa sensibilidade com os valores da ASG (p=0,001), um estudo realizado por CAPOROSSI et al., 2010, também demonstrou correlação para o diagnóstico de desnutrição, outro marcador que obteve boa correlação foi a creatinina (p=0,051), mas ainda há uma escassez de estudos relacionando a EMAP com esse marcador. O IMC teve fraca associação com a EMAP (p=0,060), tendo em vista que o mesmo subestima o percentual de desnutridos nos pacientes em tratamento. O mesmo se observou no estudo de BRAGAGNOLO, et al. 2009, em que apenas 17,2% foram considerados como desnutridos. A albumina sérica também teve correlação negativa com a EMAP (p= 0,919), ficando com a maioria dos resultados dentro da normalidade, onde foi encontrado resultados parecidos no estudo de LIMA et al., 2016, em que 87,5% dos pacientes encontravam-se com o valor adequado. Outro resultado negativo foi a EMAP com o PNA (p=0,697), mas por ser um método novo faltam estudos que relacionam resultados desses dois marcadores. A EMAP é um método de fácil aplicação e baixo custo, mostrou associação entre a ASG e creatinina, sugerindo ser um bom marcador de diagnóstico nutricional.

Palavra-chave: Hemodiálise. EMAP. Diagnóstico nutricional.

 

REFERÊNCIAS:

 

BRAGAGNOLO R., CAPOROSSI F.S., DOCK-NASCIMENTO D.B., AGUILAR- NASCIMENTO J.E. Espessura do músculo adutor do polegar: um método rápido e confiável na avaliação nutricional de pacientes cirúrgicos. Rev Col Bras Cir.,v. 36, n.5, p.371-6, 2009.

 

CAPOROSSI , F. S.; BRAGAGNOLO, R.; NASCIMENTO, D. B. D.; NASCIMENTO, J. E. A. Espessura do músculo adutor do polegar como parâmetro antropométrico em pacientes críticos. Rev Bras Nutr Clin., v. 25, n. 1, p. 3-7, 2010.

 

LIMA, R. L. O.; ANDRADE, M. I. S.; DOURADO, K. F.; SANOS, C. M.; SANTIAGO, E. R. C.; BARBOSA, L. S. Associação do músculo adutor do polegar com parâmetros de avaliação nutricional em pacientes renais crônicos em hemodiálise. Rev. Saúde Públ. Santa Cat., Florianópolis, v. 9, n. 3, p. 54-68, set./dez. 2016.

 

PEREIRA, R. A.; CAETANO, A. L.; CUPPARI. L.; KAMIMURA, M. A. Espessura do músculo adutor do polegar como preditor da força de preensão manual nos pacientes em hemodiálise. J Bras Nefrol, v. 35, n. 3, p. 177-184, 2013.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga