ATIVIDADE DE RASTREAMENTO DE CÂNCER DO COLO DO ÚTERO E MAMA, EM UMA UNIDADE DE SAÚDE DA CIDADE DE VOTUPORANGA

Juliana de Souza Barbosa, Elaine Cristina Garrido Nacimbeni, Heloísa Vieira Marangao, Kassia Ellem Mendes de Almeida, Angelica Maria Jabur Bimbato

Resumo


As estratégias de prevenção secundária ao câncer de colo do útero consistem no diagnóstico precoce das lesões de colo uterino antes de se tornarem invasivas, a partir de técnicas de rastreamento ou screening compreendidas pela colpocitologia oncótica ou teste de Papanicolau, colposcopia. O exame colpocitológico ou teste de Papanicolau, dentre os  métodos de detecção, é considerado o mais efetivo e eficiente a ser aplicado coletivamente em programas de rastreamento do câncer cérvico-uterino, sendo uma técnica amplamente difundida há mais de 40 anos. O objetivo foi  capacitar o acadêmico de Enfermagem a realizar o procedimento de coleta  do Papanicolau, levantar o número de coletas e faixa etária. Trata-se de uma pesquisa descritiva exploratória e quantitativa. As coletas foram realizadas pelos acadêmicos do 8º período de enfermagem da UNIFEV. Foram realizados no período de agosto a setembro de 2017 um total de 31 coletas, no período. Quanto a faixa etária, cinco (16%) foi de 15 a 24 anos, 23 (74%) de 25 a 64 anos, três ( 10%) de 65 a mais. É importante que as mulheres compreendam a importância da realização do exame preventivo Papanicolau periodicamente e entendam a necessidade de realizá-lo, como método de prevenção, e não apenas quando apresentam alguma sintomatologia ginecológica. Necessita-se, então, que estas mulheres passem a utilizar o serviço de prevenção como forma de evitar que processos infecciosos evoluem para um quadro mais grave, ocasionando um câncer de colo de útero. O acadêmico de enfermagem deve ter a oportunidade no seu campo de estagio de treinar a coleta de maneira correta sob supervisão de um docente.

Palavras-chave: Coleta Papanicolau. Câncer de colo de Útero. Prevenção

 

REFERÊNCIAS:

 

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Controle dos cânceres do colo do útero e da mama / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. ¿ 2. ed. ¿ Brasília : Editora do Ministério da Saúde, 2013. Disponivel: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/controle_canceres_colo_utero_2013.pdf. Acesso: 16 de outubro de 2017.

 

INCA. Politica Nacional de Controle de Câncer de Colo de Útero. Disponivel: http://www1.inca.gov.br/inca/Arquivos/PROGRAMA_UTERO_internet.PDF. Acesso:

16 de outubro de 2017.

 

BARROS, André Luiz de Souza; LIMA, Daisy Nunes de Oliveira; AZEVEDO, Michelle Dantas; OLIVEIRA, Micheline de Lucena. Caderno de referência 1: Citopatologia Ginecológica¿ Brasília: Ministério da Saúde; Rio de Janeiro: CEPESC, 2012.     Disponível:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/tecnico_citopatologia_caderno_referencia_1.pdf. Acesso: 17 de outubro de 2017.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga