PERCENTUAL DE GORDURA DE PARTICIPANTES DO PROJETO EXERCÍCIO FÍSICO NA PROMOÇÃO DA SAÚDE DO NÚCLEO DE VIVÊNCIAS CORPORAIS DA UNIFEV

Luiz Eduardo de Moraes Varão, Bruno Martinez Abdo, Valter Mariano dos Santos Junior

Resumo


A composição corporal refere-se à distribuição e à quantidade dos componentes do peso total do corpo, sendo normalmente expressa pela porcentagem de gordura e de massa magra. Portanto esta caracteriza-se como fator primordial para analise do perfil e aptidão física do indivíduo, importante para identificar fatores de risco à saúde (HEYWARD, 2013). A composição corporal é dividida em massa magra e massa gorda, que podem ser quantificadas por meio de diferentes métodos. Devido a maior proporção de gordura corporal estar localizada no tecido subcutâneo, a mensuração de sua espessura é utilizada como indicador de quantidade de gordura corporal, cujo coleta-se amostras de várias regiões do corpo para um cálculo mais apropriado. (GUEDES et al., 2006). Assim, a antropometria por meio de espessuras de dobras cutâneas se configura como um método aceitável de avaliação corporal (GUEDES, 2013). Portanto, o objetivo do presente estudo foi avaliar e analisar a composição corporal de homens e mulheres participantes do projeto exercício físico na promoção da saúde do Núcleo de Vivências Corporais da UNIFEV. Participaram da amostra 35 indivíduos, sendo 12 mulheres com idade de 30,5±14,8 e 23 homens com idade de 24,4±7,9 praticantes de exercícios resistidos. Ademais, foram avaliadas medidas antropométricas de peso corporal e estatura, assim como dobras cutâneas segundo o protocolo de Guedes (1994), cujo coleta-se as dobras tricipital, supra ilíaca e abdominal em homens, e em mulheres subescapular, supra ilíaca e coxa, obtendo por meio de equações o percentual (%) de gordura. Os dados foram analisados por meio do pacote estatístico Excel, no qual aplicou-se estatística descritiva, incluindo valores de média e desvio padrão. Após as análises dos dados, observou-se que no âmbito geral o % de gordura do grupo foi de 20,4±7,9. Porém, quando avaliado separadamente, notou-se diferenças entre os gêneros. Assim, a média expressa em valores para homens foi 24,1±3,9, já nas mulheres esse valor foi menor em relação ao sexo oposto, tal que os valores médios foram de 12,9±8,9. Logo, estes resultados mostram que os homens que participaram deste estudo, apresentaram o dobro % de gordura em relação as mulheres. Mediante os resultados, conclui-se que os homens se encontram com o % de gordura mais elevado em relação as mulheres, podendo estar mais propícios a fatores de risco a saúde associados ao excesso de depósitos de gordura corporal.

Palavras-chave: Composição Corporal. Exercício Físico. Percentual de Gordura.

 

REFERÊNCIAS:

 

GUEDES, Pinto Dartagnan. Composição Corporal Princípios, técnicas e aplicações. 2. ed. Londrina: Apef, 1994.

 

GUEDES, Dartagnan Pinto et al. Recursos antropométricos para análise da composição corporal. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 20, n. 5, p. 115-9, 2006.

 

GUEDES, Dartagnan Pinto. Procedimentos clínicos utilizados para análise da composição corporal. Revista Brasileira Cineantropométria e Desempenho Humano, v. 15, n. 1, p. 113-129, 2013.

 

HEYWARD, Vivian H. Avaliação física e prescrição de exercício: técnicas avançadas. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013. 485p.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga