SÍNDROME DO QT LONGO COM TORSADES EM PACIENTE COM FA E USO DE ANTI-HISTAMÍNICO - RELATO DE CASO

Mariana Oliveira Marasca, Almir Alamino Lacalle, Bárbara Dias de Souza, Giovana Saliba de Paula, Elizabeth do Espirito Santo Cestario

Resumo


A síndrome do QT longo é uma patologia caracterizada pelo prolongamento do intervalo QT. A etiologia desta síndrome tem caráter genético e adquirido, que causam alterações dos canais iônicos das células cardíacas, esses defeitos alteram o fluxo de sódio, potássio ou cálcio durante o potencial de ação, alargando o intervalo QT. O prolongamento do intervalo QT adquirido pode ser desencadeado por distúrbios eletrolíticos (hipocalemia, hipomagnesemia e hipocalcemia), lesões do sistema nervoso central, como acidente vascular cerebral, encefalites e fármacos. Dentre as drogas, destacam-se amiodarona, cloroquina, clorpromazina, claritromicina, droperidol, eritromicina, gatifloxacino, haloperidol, penatmidina, procainamida, quinidina e sotalol. O objetivo do trabalho é relatar o caso de um paciente portador de síndrome do QT longo adquirida, associada a fibrilação atrial e uso regular de anti histamínico, no caso, maleato de dexclorfeniramina com betametasona. Os dados deste trabalho foram obtidos através de revisão de prontuário, registro fotográfico dos métodos diagnósticos a que foi submetido o paciente, e revisão de literatura. O caso relatado e publicações levantadas trazem à luz a discussão sobre a síndrome do QT longo de etiologia adquirida, e a implicação que a associação de fármacos pode trazer, no caso, o paciente fez uso de fármacos anti-arrítmicos (amiodarona) e anti-histamínicos (dexclorfeniramina e betametasona). Uma associação aparentemente inofensiva que, contudo, sobrepõe mecanismos de ação diferentes nos canais iônicos cardíacos, predispondo esses pacientes a síndrome do QT longo adquirida e as suas temidas complicações.

Palavras-chave: Síndrome do QT longo adquirida. Torsades de pointes. Anti-histamínicos.

 

 

 

 

REFERÊNCIAS:

 

Fauci AS, Kasper DL, Hauser SL, Longo DL, Jameson JL. Medicina Interna de Harrison. 18. Ed. Porto Alegre: AMGH; 2013.

 

Huemer, M., Sarganas, G., Bronder, E., Klimpel, A., Garbe, E. and Haverkamp, W. (2015), Torsade de Pointes Tachycardia in a Patient on Dronedarone Therapy. Pharmacotherapy, 35: e61¿e65. doi:10.1002/phar.1573

 

Bienias P, Ciurzy¿ski M, Paczy¿ska M, Pruszczyk P. Cardiac arrest and electrical storm due to recurrent torsades de pointes caused by concomitant clarithromycin, cotrimoxazole and amiodarone treatment.Pol Merkur Lekarski. 2014 Nov;37(221):285-8.

 

Tarapués, M. Cereza, G. Arellano, AL. Montané, E. Figueras, A. Serious QT interval prolongation with ranolazine and amiodarone. Int J Cardiol. 2014 Mar 1;172(1):e60-1. doi: 10.1016/j.ijcard.2013.12.061. Epub 2013 Dec 28.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga