A RESISTÊNCIA DO TRABALHO ESCRAVO NA ATUALIDADE FACE AOS DIREITOS HUMANOS E FUNDAMENTAIS

Laís Lopes Francelino, Karen Silveira Andrade, Paulo Eduardo de Mattos Stipp

Resumo


REFERÊNCIAS:

 

PINTO, Alexandre Guimarães Gavião. Direitos fundamentais ¿ legítimas prerrogativas de liberdade, igualdade e dignidade. Revista de Direito nº 79-2009, 2010. Disponível em: <http://www.tjrj.jus.br/c/document_library/get_file?uuid=ae67daf5-7ca9-408c-93b6-b58186a81197>. Acesso em: 13 mar. 2017.

 

SAKAMOTO, Leonardo. Trabalho Escravo no Brasil do Século XXI. Brasília: Organização Internacional do Trabalho, 2007.

 

SCHERNOVISK, Valdeci. Trabalho escravo contemporâneo. 2013. Disponível em: <https://advaldeci.jusbrasil.com.br/artigos/111749665/trabalho-escravo-contemporaneo>. Acesso em: 15 mar. 2017.

 

BASTOS, Fernanda Soares. O trabalho escravo contemporâneo no Brasil e a evolução das políticas públicas de proteção aos trabalhadores. Revista Trib. Reg. Trab. 3ª. Reg. N. 87/88. v. 57. p. 117-128. Belo Horizonte, 2013. Disponível em: < http://www.trt3.jus.br/escola/download/revista/rev_87_88/fernanda_soares_bastos.pdf>. Acesso em 15 mar. 2017.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga