NIDULAR - PEQUENO ESPAÇO HABITÁVEL

Leonardo do Amaral Diegues, Fernando Bermejo Menechelli

Resumo


Esse trabalho tem como objetivo apresentar uma solução para os problemas e necessidades de ampliação das construções de habitações populares, oferecer acesso a uma tecnologia construtiva alternativa simplificada e rápida, capaz de proporcionar meios viáveis de execução, que envolva boa logística, custo acessível às condições financeiras dos moradores, segurança, durabilidade, salubridade e conforto. Para o desenvolvimento desse trabalho, onde o produto resultante recebe o nome de Nidular, utilizou-se como metodologia a observação empírica de conjuntos habitacionais populares na cidade de Votuporanga ¿ SP para a definição do plano de necessidades, a análise de estudos de casos sobre pequenos módulos habitáveis em diferentes partes do mundo e a analise de novas tecnologias de emprego de produtos na execução de moradias, que direcionaram experimentos para o desenvolvimento e emprego de materiais, técnicas de execução e maquetes físicas. Tendo em vista que as principais dificuldades de ampliação das residências populares envolvem a simples e rápida execução, o emprego de mão de obra popular, a pequena geração de resíduos e o baixo custo final da obra, utilizou-se o papelão como o material alternativo a alvenaria convencional capaz de solucionar tais questões, onde a partir da criação de um design específico de habitação associado à técnica de Envelopamento 3D desenvolvida no processo desse trabalho, obteve-se um elemento estrutural rígido, leve e resistente, consequente da formação da estrutura por várias camadas de papelão coladas uma a outra em três diferentes direções, com acabamento interno em madeira ou placas de MDF e isolamento externo utilizando fibra de vidro, é capaz de oferecer as mesmas condições de habitação de construções de alvenaria convencional. Sendo um material versátil, reciclável, ecologicamente correto, de fácil obtenção em qualquer lugar do mundo e de baixo custo, a estrutura de papelão mostrou ser uma alternativa viável, pois suas características físicas somadas ao design específico oferece versatilidade na produção de módulos para habitação e simplicidade de execução. Esse pequeno espaço habitável, Nidular, pode ser inserido nos espaços livres do terreno ligados diretamente ou independentes da construção que ali já exista com a liberdade de não possuir vínculo estrutural definitivo. O resultando desse trabalho é um elemento modular habitável, direcionados à habitações populares como uma alternativa de ampliação e criação de novos espaços fechados ou semiabertos em, onde cada usuário defini sua finalidade de uso que pode variar de um dormitório, sala, cozinha, até um ateliê, área de trabalho ou varanda.

Palavras-chave: Construção. Espaço. Habitação. Popular. Papelão.   

 

REFERÊNCIAS:

A D EDITORIAL TEAM. Projetos humanitários de Shigeru Ban. Disponível em: <http://www.archdaily.com.br/br/01-185116/projetos-humanitarios-de-shigeru-ban>. Acesso em:2 abr. 2017.

 

CONTEMPORIST. Inoutside creates a small backyard office. Disponível em: <http://www.contemporist.com/inoutside-creates-a-small-backyard-office/>. Acesso em:18 ago. 2017.

 

INOUTSIDE. Designer modular prefab outdoor rooms. Disponível em: <https://www. inoutside.com.au/>. Acesso em:22 set. 2017.

 

LESSA, Carlos. Habitação popular: problema ou solução social anticrise. Disponível em: <http://www.ie.ufrj.br/aparte/pdfs/lessa110309.pdf>. Acesso em:15 jun. 2017.

 

MARICATO, Ermínia. Habitação e cidade. São Paulo: Atual, 1997.

VIMEO. Wikkelhouse. Disponível em: <https://vimeo.com/156852806>. Acesso em: 15 jun. 2017.

 

WIKKELHOUSE. A house for you. Disponível em: <http://www.wikkelhouse.com/ informatica/artigos/48358/google-analytics>. Acesso em: 22 set. 2017.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga