O ACORDAR: A COMUNICAÇÃO DO CORPO COM O ESPAÇO

Iara Teixeira Freitas, Maria Julia Barbieri Eichemberg

Resumo


O presente artigo investiga a construção territorial que o corpo cria ao se inserir no espaço. Baseando-se na vivencia dos percursos pôr meio da territorialização, desterritorialização e reterritorialização, o corpo tece diferentes deslocamentos ao se apropriar do espaço, criando pontos que se convergem no ato de se movimentar por ele, onde certifica-se da pluralidade de elementos que existem e modelam o seu pensamento fragmentar. A iniciativa de pesquisar o encontro do corpo com o espaço é de cunho relevante para trazer a luz alguns dos meios que a arquitetura nos permeia. O ato de cartografar o espaço não pode ficar velado apenas para geógrafos e outros estudiosos. A arquitetura possui em sua gama um grande leque de possibilidades, um olhar que afirma constantemente o (re)conhecimento do espaço, estando ele no plano material ou virtual. No qual, por meio do método de cartografia torna-se possível a criação de um terceiro plano, constituído num campo de permanência virtual, em que o corpo manifesta contato ao se introduzir em sua superfície, ficando exposto a troca de devires, onde um terceiro plano é formado pela rede de rizomas que ambos estruturam. Diante do exposto, o artigo se voltará para o campo sensorial existente no espaço do entre, trazendo à luz as consequências de como pode o corpo por meio do método da cartografia vivenciar o espaço a sua volta.

Palavras-chave: Cartografia. Corpo. Espaço.

 

REFERÊNCIAS:

 

BARBIERI, M. Arquitetura Inatual como Arquitetura da Diferença; uma comunicação de afetos e durações. Unesp. Bauru, 2006.

 

DELEUZE, Gilles e Félix Guattari. 2007. Mil Platôs ¿ Capitalismo e Esquizofrenia 2. Traduzido por Rafael Godinho. Lisboa: Assírio e Alvim.

 

FUÃO, Fernando Freitas. O sentido do espaço. Em que sentido, em que sentido? ¿ 1ª parte. Arquitextos, São Paulo, ano 04, n. 048.02, Vitruvius, maio 2004. <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/04.048/582>. Acesso em: set. 2017.

 

JACQUES, Paola Berenstein. Corpografias urbanas. Arquitextos, São Paulo, ano 08, n. 093.07, Vitruvius, fev. 2008 <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/08.093/165>.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga