PROGRAMA DE HABILIDADES SOCIAIS EDUCATIVAS: AVALIAÇÃO DE PROCESSO E RESULTADO

Keila Akla Correia Haber Jorge, Talita Pereira Dias

Resumo


O professor da educação infantil tem fundamental importância no processo de desenvolvimento socioemocional dos alunos pré-escolares. Considerando essa importância e a necessidade de oferecer suporte para esses profissionais se capacitarem e serem assessorados nessa área, que por vezes na sua formação inicial foi deficitária, surge a necessidade de desenvolver programas de habilidades sociais educativas, com temas próprios do campo de habilidades sociais, associando a prática do professor no cotidiano escolar. Portanto, esta pesquisa teve como objetivo: (1) Investigar a avaliação que os professores fizeram de uma capacitação para desenvolvimento socioemocional na escola; (2) Verificar a qualidade da aplicação da ficha de intervenção, segundo sua própria avaliação. Participaram 12 professores de escolas da rede pública e privada de Votuporanga. Os instrumentos utilizados foram: uma ficha de observação utilizada pelas observadoras no momento da aplicação das atividades; e ficha de avaliação da qualidade das sessões de capacitação. Os resultados encontrados, através das 94 fichas de avaliação das sessões, respondidas pelos professores, indicaram que no aspecto dos conteúdos apresentados na capacitação, 32 avaliaram como importante, e 62 como muito importante. Nas atividades práticas desenvolvidas, 41 deles avaliaram como importante e 53 como muito importante. Já no aspecto das atividades práticas e habilidades discutidas, 44 avaliaram como aplicáveis, e 50 muito aplicáveis. Referente a discussões e explicações realizadas, 27 avaliaram como claras, e 67 muito claras. No aspecto de avaliação da participação nas atividades, 26 avaliaram como muito participativa e 6 como pouco participativa. Houve também o preenchimento da ficha de observação da aplicação dos professores nas atividades. O total de fichas preenchidas foi 28. O conteúdo dessa ficha consistia em 9 habilidades sociais educativas, com cada uma subdividida em três aspectos e que, na maior parte da avaliação por observadores externos quanto ao desempenho dos professores, verificou-se que se concentram entre alta frequência de desempenho (opções ¿faz¿ ou ¿faz sempre¿). Das hse focalizadas, a maioria dos professores (50,41%) demonstra ¿nenhuma dificuldade¿ em fazer e com eficácia ¿boa¿ para 43,50% dos desempenhos avaliados. Esses achados demonstram que os professores participantes do estudo avaliaram positivamente a capacitação e os conteúdos abordados em cada sessão. Com relação a avaliação dos observadores o desempenho dos professores nas atividades demostraram também ser efetivas quanto ao que foi proposto, concluindo que articular teoria e prática nos contextos pode favorecer significativamente as necessidades pontuais dos professores e suas práticas no cotidiano escolar.

Palavras-chave: Professores da educação infantil. Habilidades sociais educativas. Atividades lúdicas.

 

REFERÊNCIAS:

 

ROSEMBERG, Fúlvia. Educação Infantil, educar e cuidar e a atuação profissional. In: Infância na Ciranda da Educação. Belo Horizonte: 1997, n.o 3, p.21-26.

 

Del Prette, A., & Del Prette, Z. A. P. Psicologia das relações interpessoais: Vivência para o trabalho em grupo. Petrópolis: Vozes, 2011, p. 139.

 

BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

 

VOKOY, Tatiana; PEDROZA, Regina L. S. Psicologia Escolar em educação infantil: reflexões de uma atuação. Psicologia Escolar e Educacional, SP. Volume 9, Número 1. 2005. p. 95-104.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga