AMAZÔNIA PÚBLICA: AS CONVERGÊNCIAS ENTRE JORNALISMO INDEPENDENTE E LITERÁRIO NA INTERNET

Andresa Caroline Lopes de OLIVEIRA, Silvia Brandão Cuenca STIPP

Resumo


No Brasil, verifica-se a multiplicação de veículos de mídia independente que vêm com o objetivo de trazer uma nova abordagem para a cobertura jornalística. Além da busca por temas diferenciados, esses veículos dedicam-se à experimentação de práticas alternativas do jornalismo e novas narrativas. Sem as amarras ideológicas características da mídia tradicional, o jornalismo independente praticado na Internet vem optando pela prática da reportagem em profundidade, com a utilização de elementos do jornalismo literário como recurso de imersão. O estudo propôs a análise da aplicação das narrativas jornalística e literária nas reportagens do capítulo Carajás, da série de reportagens Amazônia Pública, produzida pela Pública - agência de reportagem e jornalismo investigativo. Por meio de um estudo de caso foi possível identificar a convergência das linguagens do jornalismo e da literatura na construção das reportagens. Os elementos do texto literário com descrição, cena, diálogos e humanização unidos à investigação jornalística proporcionam ao leitor uma maior contextualização e aprofundamento da narrativa. Desse modo, quem lê as reportagens é convidado a participar dos cenários e a conhecer as histórias de vida das pessoas envolvidas nos fatos. Quando acontece essa hibridização, a capacidade de informar do jornalismo é potencializada pelos recursos da literatura. No atual contexto midiático, pautado pela interferência dos fatores comerciais na linha editorial, os veículos de comunicação estão reduzindo os espaços destinados às reportagens aprofundadas. Sendo assim, a mídia independente, como é o caso da Pública, contribui para que o leitor tenha acesso à informação aprofundada sem a interposição de interesses financeiros. Os estudos das narrativas da mídia independente vêm para contribuir com o jornalismo, uma vez que buscam sugerir a adoção de novas práticas para a melhoria do que hoje é feito nos meios tradicionais e corporativos.

Palavras-chave: internet. jornalismo independente. novas narrativas. jornalismo literário. Amazônia Pública.


Texto completo:

PDF

Referências


BULHÕES, Marcelo. Jornalismo e literatura em convergência. São Paulo: Ática, 2007.

PENA, Felipe. Jornalismo literário. São Paulo: Contexto, 2006.

TARGINO, Maria das Graças. Jornalismo cidadão informa ou deforma? Brasília: Unesco, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga