APPTC - APOIO PSICOLÓGICO A PESSOAS EM TRATAMENTO DO CÂNCER

Analine Pereira da Silva GOMES, Marcia Faria CAVALCANTE, Patricia de Oliveira PEDRO, Maria Celina Trevisan COSTA

Resumo


O trabalho, embasado nos princípios da Psicologia Comunitária, foi desenvolvido conjuntamente, por três estagiárias do 7º período do curso de Psicologia, a orientadora da disciplina e um grupo de 10 mulheres em tratamento contra o câncer, em sua maioria mastectomizadas. Propôs-se uma mediação psicológica de apoio ao grupo e seus familiares. Trabalharam-se questões relacionadas ao luto e ao sentimento de perda vivenciado durante o tratamento; para potencializar competências e habilidades, e promover o bem-estar físico, psíquico, social e espiritual. No 1º semestre de 2015, os encontros foram semanais, com duração de cinquenta minutos, utilizando-se dinâmicas, rodas de conversas; técnicas de relaxamento; vídeos; músicas; dança e desenho livre; trabalhando a ansiedade e contribuindo para o autoconhecimento e o fortalecimento do sistema imunológico, através da compreensão do processo integrado corpo e psiquismo. As faltas eram justificadas pelos tratamentos como quimioterapia, radioterapia ou cirurgias. Gravamos um documentário através da TV UNIFEV, com relatos de experiências do projeto; e está sendo criado um Blog do grupo; com dicas diversas das integrantes; trabalhando a questão da auto-imagem, auto-estima e exercício da cidadania. O embasamento teórico foi essencial para a nossa prática e os resultados positivos, corroboraram com nossas expectativas, levando-nos a dar continuidade ao projeto, quinzenalmente aos sábados, com duração de 90 minutos, como programa de extensão vinculado à responsabilidade social da IES. O projeto criou um campo de diálogo para compartilhar experiências e construir conhecimentos e contribui para uma formação crítica, interdisciplinar e comprometida com as demandas sociais.

 

Palavras chave: psicologia comunitária; câncer; grupo de apoio. 


Texto completo:

PDF

Referências


BRITO, C.M.M. et al. Projeto Diretrizes - Associação Médica Brasileira: Câncer de Mama: Reabilitação. Associação Médica Brasileira. Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral.19 de novembro de 2012. Disponível em: Acesso em: 15 de novembro de 2014.

MULLER, Marisa Campio et al. Técnicas de relaxamento e visualização na psicologia da saúde. Revista de Psicologia da IMED, vol. 1,n. 1, p. 24- 33, 2009. S.l. Disponível em: . Acesso em: 21 de novembro de 2014.

NETO, Otávio Cruz. O trabalho de campo como descoberta e criação. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza (Org.). Pesquisa Social: Teoria, método e criatividade. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.

ELIAS, Ana Catarina de Araújo. Relaxamento Mental, Imagens Mentais e Espiritualidade na re " significação da dor simbólica da morte de pacientes terminais. Dissertação ( Mestrado) Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas: Campinas, SP : [s.n.], 2001. Disponível em: Acesso em: 21 de novembro de 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


UNIFEV - Centro Universitário de Votuporanga